Cadê a ajuda?

Dentre todas as outras notícias, que já vêm há pelo menos uma semana, destaco esta, no final da tarde de hoje, 30/03, do site da Uol: O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta segunda-feira (30) que Caixa, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Banco do Nordeste, agências lotéricas e Correios farão o pagamento do auxílio emergência de R$ 600. Apesar disso, ele afirmou que o sistema para concessão dos benefícios ainda não está pronto e pediu que a população não vá as agências bancárias. O ministro declarou que, após a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto que cria o benefício, ocorrerá a sanção presidencial e a edição de um decreto para regulamentar o pagamento do benefício.... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/30/caixa-bb-lotericas-e-correios-farao-o-pagamento-do-auxilio-de-r-600.htm?cmpid=copiaecola

O auxílio emergência vem sendo anunciado, mas o fato é que não há nenhum diploma normativo/legal que efetivamente o tenha instituído até o momento. Confere, produção? Também não há nada que autorize suspensão de contrato de emprego com pagamento de seguro desemprego, ou algo semelhante a isso. Sendo assim, não há permissivo para tal conduta e, até agora, pouco há de auxílio governamental financeiro para trabalhadores e empresários.

De outro lado, sim, estamos vendo o melhor de algumas pessoas. Por exemplo: A Petrobras divulgou, na tarde de hoje, estar apoiando a UFRJ no desenvolvimento de ventiladores pulmonares mecânicos para atender à demanda crescente do equipamento para tratamento da covid-19... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/30/petrobras-cede-impressora-3d-para-ufrj-desenvolver-ventiladores-mecanicos.htm?

A grife Aramis, de moda masculina, anunciou hoje a criação de uma campanha para auxiliar profissionais de saúde em meio à pandemia do novo coronavírus. Batizada de #VestindoHerois, a iniciativa tenta engajar a indústria da moda no processo. Inicialmente, a Aramis anunciou a doação de mais de cinco mil peças de roupas brancas (camisetas e camisas polos) a médicos e equipes que estejam no combate à covid-19 na cidade de São Paulo. Em seguida, a grife convida outros nomes do segmento a fazer o mesmo.... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/30/aramis-doa-roupas-brancas-a-equipes-de-combate-ao-coronavirus-em-sao-paulo.htm?

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, doou R$ 10 milhões para ajudar no combate ao Coronavirus no Brasil. O dinheiro será usado na compra de respiradores artificiais para leitos de UTI, equipamentos cardíacos, de colchões e travesseiros para equipar abrigos para moradores de rua, e na ajuda financeira a hospitais publicos e ONGs. A Santa Casa de Franca foi uma das beneficiadas. O dinheiro foi doado pelas famílias Trajano e Garcia, controladores do Magazine Luiza

Quem souber de outras entidades que, comandadas por pessoas, decidiram ajudar efetivamente ($$), conta aqui, vamos compartilhar o bem. Defeitos todos têm, e a gente tem o hábito de comentá-los. Quem doou não é perfeito, mas está na frente de quem acha que não tem nada a ver com isso, né não?

11 visualizações
 

©2020 por Evoluindo o direito do trabalho. Orgulhosamente criado com Wix.com